terça-feira, junho 21

... A Ti Olhos Azuis...


D iante de Ti Eu me revelo
A nseio de lhe possuir a Alma
N essa conquista Eu muito me esmero
I nsistentemente vigio o Brilho da Estrela D’Alva
E nsejo de renovo Ser o Homem que quero
L entamente transmutando-se, para lhe ter com Calma
A lma, sua Bela Alma é o que tanto Espero

H oje é o pretérito do Amanhã
U rge o tempo, necessário Ser
R oubam-nos o Tempo as coisas Vãs
T odavia temos que ver o que ninguém mais quer Ver
A mor, simples, puro e de forma Sã
D enso, como o Amor que faz mais rápido meu Coração Bater
O  Amor que procura repouso em Ti com grande Afã

D as Quimeras que povoam minha Mente
O nde Sonhos se misturam a Delírios
S omente uma coisa é Real... Você Eternamente

R espeito-te como Ser... Ser Especial
E ntrei em sua Existência... E não vou Sair
I nexistência!!! Sem Você!!! No Tempo Espacial???
S ó o que quero é que em sua Alma possa Eu me Esvair

Gutemberg de Moura










Nenhum comentário:

Postar um comentário