domingo, maio 8

Sapos e Dragões

Um Homem, bem vestido, bem apessoado, porém visivelmente alterado, com os Olhos vidrados, perambulava em meio à multidão da Praça da Sé, enquanto Berrava:
...Meu Corpo é por demais diminuto, já não cabe Mim em Eu Mesmo... Minha Alma... Meu Espírito querem de Mim livrar-se...Minha Mente é muito restrita para comportar tantas Idéias e Pensamentos...
Cansa-se, segue andando, encarando as pessoas nos Olhos, mas ninguém o repara, Ele não se Intimida e continua a Berrar:
Não consigo mais coordenar-los... E todos os Dias há um Suicídio em Mim... Quando mato em Mim Mesmo minha Natureza que quer Ser livre de Mim Mesmo...
...Estou cansado... Tão cansado, dessa Esfera onde Pessoas não enxergam seus Semelhantes... Anulando-os em sua em sua Essência...
Ele começa a Gritar mais alto e a percorrer um espaço maior da Praça.
...Quero ir embora daqui... Quero um lugar onde possa Eu Chorar... Rir... Pensar... Ser... Enfim Realmente Existir... Pois aqui todos tentam provar-me que Estou Doente... Ou então, que não entendo a Vida... Ou que Sou Imaturo... Ou pior, que Sou Intransigente, e que não Aceito o que me Dizem...
Neste momento, Ele para um pouco e começa a Chorar sem a menor vergonha Ele deixa todas as Lágrimas rolarem, com a voz embargada Ele recomeça:
...Mal sabem Estes, que já entendi Tudo... Que percebo Tudo no seu mais Profundo... E é Doloroso perceber Vis Intenções em quem se Ama... Pior é ser visto como um Sensível de Sensibilidade Mórbida... EU só quero Ser... Por que me Impedem??? Por que não Entendem??? Por que me forçam a Matar-me Dia-a-dia???
...Minha Coerência é Incoerente... Minha Lucidez é Utópica...
...Cala a boca o Amaldiçoado...Alguém grita à Ele...
...O que??? Amaldiçoado??? Eu???
...Anátema sejam Vocês, Porcos Nojentos Imundos, Orgulhosos, Pedantes e Hipócritas...
...Anátema sejam vocês, HipoCristãos seguidores de um Cadáver...Pois Meu Cristo está Vivo e Olha por Mim...
...Anátema sejam vocês, Múmias Experientes, detentoras da sabedoria do Tudo que na Verdade não é Nada...
...Anátema sejam todos vocês Humanos que chafurdam no Charco de Lodo da Mediocridade...
Neste momento chega um Guarda Civil e lhe diz:
...O meu “Chapa” é melhor você parar de fazer algazarra, senão serei obrigado a te prender por Desordem Pública...
...Mas... Mas o que Eu estou fazendo de mais???
...Olha “Amigo”, você parece ser Gente Boa, pare de fazer bagunça, de ficar gritando essas Loucuras, vai para casa descansar, pois se você insistir vou ser obrigado a te prender, e tenho certeza que por mais Louco que seja não vai querer passar uma noite no “Corró”, vai pra casa, vai...
Ele abaixa a cabeça em concordância e segue seu caminho, vai em direção a Catedral da Sé, a Última construção Gótica do Mundo, Ele quer ter certeza se estão lá... Será que alguém já reparou??? Estão nas duas laterais, Ele vai pela lateral esquerda, para e fica observando, Ele não se contem e grita de novo:
...Mas que “Merda”, o que essas coisas fazem dependuradas em uma Catedral...
Ele estava falando de dois Sapos e dois Dragões, de tamanho considerável, esculpidos na lateral da Igreja.
...Depois o Louco Sou Eu... Será que ninguém sabe o que significam Sapos e Dragões... Mas deixa estar a Taça da Ira já transborda e é Sem Misturas e será Derramada sobre toda a Face da Terra...
...Sapos e Dragões...HUMPF

Gutemberg de Moura



Nenhum comentário:

Postar um comentário