domingo, maio 8

Amor Surreal

Vem Amor... Vem comigo Amar de um modo diferente.
Vamos experimentar um Amor que seja Surreal...
...Vamos montar naqueles Tigres Dente-de-Sabre e pagar nossas lanças, nos embrenharmos numa manada de mamutes... Vem comigo ser minha companheira de caçada... Vamos pegar o mamute mais valente... A carne durará varias luas... A pele nos protegerá do frio... Do Marfim faremos jóias...
Quer saber? Faz o seguinte, pega o celular e liga para aquele Buffet e pede uma garrafa de Chardonnay para comemorarmos e também pede Petit Gateau, disseram-me que é ótimo...
...Liga à vitrola, pega aquele LP do Tchaikovsky, põe o Lago dos Cisnes... Vamos valsar... Vamos dançar... Rodopiar... Oop’s olha o Píer não vamos cair... Como? Como descrever essas cores.... Esse mar azul-esverdeado translúcido... O sol amarelo-vemelho-alaranjado refletindo-se no mar. Um céu alaranjado no horizonte e azul cristalino logo acima... Oh! Olhe para traz meu Amor... Veja que maravilha da Criação é o Firmamento à noite... Veja as estrelas, veja como elas brilham... E Lua?...A Lua esta cheia!!! AAAÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚUÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚÚ...
Vamos pegar nossas bicicletas e vamos por este caminho, parece ser aprazível... Olha que gostoso, sinta a brisa morna... Uma macieira, vamos nos sentar comer maçã fresca e ler um livro, que tal A Convidada da Simone de Beauvoir... Um belo livro... Existencialista...
Vamos mudar de música, vamos por Carl Orff, coloca O Fortuna depois coloca Omni Imperator...Essas músicas me exaltam...Faze-me expandir dentro de Mim mesmo...
Isso, isso mesmo, vamos deixar a Alma Leve... Tão leve que Elas possam alçar vôo e alcançar as Estrelas... Vamos nos sentar na borda de uma delas e ficar observando o Universo e conversando sobre coisas “Doidas”.
Vamos brincar de andar sobre as Espirais das Galáxias... Vamos nos deslumbrar com o surgimento, com o nascimento de uma Super Nova... Vamos explorar as Nebulosas e os Buracos Negros... Vamos lograr a linha curva do Tempo... Vamos quebrar a Lei da Relatividade...
Sentes? Sentes o aroma? Vamos segui-lo tenho certeza que vem do Jardim Oculto... Sim, o Jardim das Belezas o Jardim do Amor... Vamos lá!!!
Encontramos!!! Olha só que cores, que aromas, que Paz... È o Éden, só pode ser...
Veja as Roseiras... Vamos fazer Amor em meio às Roseiras... Vamos acaricar-mo-nos entre as Pétalas... E rasgar-mo-nos entre os Espinhos...
Pois o Amor é assim... Ele acaricia... Ele machuca... Ele beija... Ele morde...
O Amor é o Todo da Existência quando está presente.
O Amor é o Vazio do Nada quando está ausente.
Então Amor, peço-lhe, me Ame assim de maneira Surreal... Hora um Amor calmo e sereno... Hora um Amor febril de Fogo devorador que se consome a Si mesmo.
Saiba que a Loucura será uma figura constante... Que os Paradoxos seram o nosso dia-a-dia... Que viveremos como em um Sonho cheio de cenas desconexas.
Cheio de Des’javu e lembranças de coisas não vividas... Elefantes brancos e Fênix pousada na janela.
Vem Amor? Vem?
Deixa Eu lhe mostrar outras Dimensões!!!

Gutemberg de Moura


Nenhum comentário:

Postar um comentário