segunda-feira, maio 9

A Nudez da Vida

Há névoas em meus olhos.
Névoas que me concedem a Graça da Desilusão.
Névoas que me honram com a visão da Vida Nua.
Despida, somente a nudez.
Desvelando sua Natureza dinâmica.
Às vezes mostra-se dançando.
Em movimentos.
Frenéticos...alucinados...agressivos...descompassados...
...Ira...raiva...ódio...ignorância...
...Desespero... depressão...repugnância...
Cicatrizes a mostra, dores sem Véu.
Eis a Vida, seu lado furioso... teimoso... arrogante... irascível...
Mas ainda assim é Vida.
Por vezes Ela quer dançar ritmado.
Seus movimentos são serpenteios...
...Movimentos lascivos... libidinosos... sedutores...
...Excitação... amor...paixão...cobiça...
...Flagelo...martírio...carícia...
Curvas e reentrâncias a mostra.
Prazeres e necessidades sem Véu.
Eis a vida em seu lado enganador.
Meigo e prenhe de promessas.
Mas ainda assim é Vida.

Gutemberg de Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário